Ponte Vedra 100% em galego

Exposiçom sobre o galeguista Xoán Xesús González

Exposiçom sobre o galeguista Xoán Xesús González

Xoán Xesús González Fernández, nado em Sevil (Cequeril, Cuntis), o 9 de Novembro de 1895 e finado em Santiago de Compostela o 12 de Setembro de 1936, foi um mestre, jornalista, advogado, escritor e político galego. Na sua aldeia natal exerceu como peóm de pedreiro, transferido a Compostela estudou maxisterio, trabalhou como redactor em El Compostelano e fez parte da companhia de teatro da Universidade, em 1925 a Associaçom de Imprensa de Compostela elegeu-no secretário pasandoao ano seguinte a contador. Xoán Xesús exerceu durante um tempo coma mestre mas pediu a excedencia para poder estudar direito. Participou no movimento estudantil, chegando a ser vice-presidente da Associaçom Profissional de Estudantes de Direito, e entrou em contacto com outros estudantes galeguistas como Luís Seoane ou Ánxel Fole. Agrarista convencido, participou em mitíns agraristas e anticaciquís e publicou o folleto 'Em pé camponeses'. Nacionalista e socialista, colaborou no semanário A nosa Terra e fundou o jornal El País Gallego (1927-1931).

Foi dirigente do Agrupamento Nacionalista Independente de Compostela, mas deixou este agrupamento no momento em que ela se integrou no Partido Galeguista, já que Xoán Xesús era também secretário do agrupamento socialista local de Santiago, ademais rexentaba o seu próprio bufete de advogados, mantinha com Arturo Cuadrado a livraria Niqué e participava na Associaçom Defensores de Santiago. Descontentamento com o seu partido ante o fraco impulso autonómico do partido em Maio de 1931, fundou o Seminário de Estudos Socialistas que em Agosto se converteu no partido político Uniom Socialista Galega, na que se conjugava socialismo e galeguismo. Trás o insucesso nas eleiçons de 1933, o partido dissolve-se, integrando-se em Izquierda Republicana. Em Janeiro de 1934 fundou uma organizaçom denominada Agrupamento al Servicio de la Autonomia. Em Avril entrava na directiva de Izquierda Republicana e, trás uma série de desacordos que acabaram na sua expulssom fundou com vários amigos a Vanguardia de Izquierda Republicana. Em 1936 participa na fundaçomda Associaçomde Escritores da Galiza.

A estalar a guerra civil, pôs à frente de um grupo de cinquenta operários de Teo conhecido como 'O Terço de Calo' que se dirigiram para Compostela para defender a legalidade republicana chegando o 20 de Julho pela noite à cidade, mas trás a ocupaçom da cidade pelos militares, ao dia seguinte Xoán Xesús foi encarcerado e permaneceu na prissom até que os sublevados o fuzilaram o 12 de Setembro de 1936, nas tapias do cemitério de Boisaca, em Santiago de Compostela.

O acto de apressentaçom a cargo dum membro da A.C. Fervedoiro de Cuntis terá lugar a Sexta-Feira 15 de Avril às 22:00. A exposiçom permanecerá no nosso local do 15 ao 30 de abril

Escrito em 07-04-2011, na categoria: Actividades, Exposições
Chuza!

Ainda sem comentários

O Local Social Revira é um espaço alternativo galego inserido e ao serviço do movimento popular da comarca de Ponte Vedra fundado em Dezembro de 2003

Somos umha entidade independente, autogerida e plural, com visom de País e um projecto de esquerda anticapitalista.

Contacta com nós CS Revira em Facebook CS Revira em Twitter

Onde estamos? Gonzalo Gallas, 4, rés do chao Ponte Vedra, Galiza

Segunda-Feira 20.00 a 22.00
Terça-Feira 20.00 a 22.00
Quarta-Feira 20.00 a 22.00
Quinta-Feira 20.00 a 22.00
Sexta-Feira 20.00 a feche
Sábado 20.00 a feche

Ponte Vedra 100% em galego

LIGAÇOES

COLETIVOS PONTE VEDRA


CENTROS SOCIAIS

INFORMAÇOM

LINGUA

ANTIRREPRESIVO

MEIO AMBIENTE

FEMINISMO

SINDICATOS

DESPORTOS