Ponte Vedra 100% em galego

Quem Somos? Actividades Crónicas

BUSCADOR

Feeds XML

Arquivos para: Novembro 2011

E JÁ VAM OITO !!

ANIVERSÁRIO DA ASSOCIAÇOM CULTURAL REVIRA

Neste mês de Dezembro, a Associaçom cumple já oito anos. Longe quedam os comezos quando um reduzido grupo de moços e moças da comarca tiverom que sacar adiante um projeto novidoso numha cidade coma Ponte Vedra, com tam pouca tradiçom associativa.

Os atos teram lugar no nosso Centro Social a Sexta-Feira 9 e Sábado 10 de Dezembro.

Sexta-Feira 9

20:30 h. Palestra: "As Revoltas Irmandinhas". Impartida polo historiador galego Anselmo López Carreira

22:30 h. Ceia Popular. 10€ Sócias/os // 12€ Nom Sócias/os. Apontar-se no correio Centrosocial@revira.org ou bem no local.

Sábado 10

19:30 : Conferência-Colóquio : " Perspetivas da Música Galega "

Intervirám:
- O Leo e Arremecaghona
- Davide Senén (Xenreira)
- Sime Cantó (Keltoi)

Escrito em 25-11-2011, na categoria: Actividades, Festas, Jornadas, Palestras
Chuza!
II Seminário de ` Marxismo e Movimento Galego ´

O Sábado 19 de Novembro a Associaçom Cultural Revira em colaboraçom com a Escola Popular Galega, organizará por segunda vez o um Seminário formativo sobre Marxismo. Após a primeira experiência que fixo um percorrido pola teoría marxista e sobre a súa aplicaçom em diferentes paises socialistas, nesta segunda parte apostamos sobre 'Marxismo e movimento galego. Pensamento e experiências históricas'.

Arrincará às 10:00 da manhá e rematará sobre às 14:00.

Para apontar-se pasar polo centro Social ou bem no correio :

centrosocial@revira.org

Escrito em 13-11-2011, na categoria: Actividades, Cursos
Chuza!
Escola Popular Galega Organiza I Encontro de Iniciativas Comunitárias Galegas com a Colaboraçom da Revira

O vindouro 19 de novembro celebrará-se, com a colaboraçom do CS Revira de Ponte Vedra, um I Encontro de Iniciativas Comunitárias Galegas. Pretende ser umha jornada de conhecimento mútuo e formaçom de todos (ou de boa parte de) esses projetos soberanistas de orientaçom social que nascêrom nos últimos dez anos: centros sociais, centros de ensino, meios de comunicaçom, iniciativas de tempo livre e desporto, de economia popular...
A EPG chamou em regime de autoconvocatória a dúzias de coletivos com umha orde do dia aberta, fundamentalmente centrada em avaliar os logros e as dificuldades (humanas e materiais) que caracterizam projetos como os nossos, mui apoiados no voluntarismo e na ética do esforço, mas lastrados pola falta de meios, as duplas e triplas militáncias, a repressom ou o desprezo institucional...

A sessom de debate começará às 16h00 no CS Revira e rematará com umha ceia de confraternizaçom.

* Lembrar que a partires das 10:00 celebraremos na Revira um Seminário de Marxismo e Movimento Galego. Apontar-se no correio : centrosocial@revira.org

Escrito em 11-11-2011, na categoria: Actividades, Jornadas
Chuza!
Apresentaçom do livro " Cartas do Cárcere " de Antonio Gramsci

Proximamente terá lugar no nosso Centro Social a apresentaçom do livro " Cartas do Cárcere" do pensador e político italiano Antonio Gramsci. Concretamente será a Quinta-Feira 24 às 19:30 . Participará um membro de ESTALEIRO Editora e o tradutor do livro Carlos Dias Diegues. Apontar que contaremos com ejemplares para quem queira mercá-lo.

----------------------

Antonio Gramsci foi uma das referências essenciais do pensamento de esquerda no século 20, co-fundador do Partido Comunista Italiano.

Nascido em Ales, na Sardenha, em uma família pobre e numerosa, filho de Francesco Gramsci, Antonio foi vítima, antes dos 2 anos, de uma doença que o deixou corcunda e prejudicou seu crescimento. No entanto, foi um estudante brilhante, e aos 21 anos conseguiu um prêmio para estudar Letras na universidade de Turim.

Gramsci freqüentou os círculos socialistas e entrou para o Partido Socialista em 1913. Transformou-se num jornalista notável, um escritor articulado da teoria política, escrevendo para o "L?Avanti", órgão oficial do Partido Socialista e para vários jornais socialistas na Itália.

Em 1919, rompeu com o partido. Militou em comissões de fábrica e ajudou a fundar o Partido Comunista Italiano em 1921, junto com Amadeo Bordiga.
Gramsci foi à Rússia em 1922, onde representou o novo partido e encontrou Giulia Schucht, uma violinista com quem se casou e teve 2 filhos. A missão russa coincidiu com o advento do fascismo na Itália. Gramsci retornou com a missão de promover a unidade dos partidos de esquerda no seu país.

Em 8 de novembro de 1926, a polícia fascista prendeu Gramsci e, apesar de sua imunidade parlamentar, levaram-no à prisão. Recebeu uma sentença de cinco anos de confinamento e, no ano seguinte, uma sentença de 20 anos de prisão em Turi, perto de Bari.

Um projeto para trocar prisioneiros políticos entre a Itália e a União Soviética falhou em 1932. Dois anos depois, bastante doente, ganhou a liberdade condicional, para tratar-se em hospitais. Morreu em Roma, aos 46 anos.

Gramsci escreveu mais de 30 cadernos de história e análise durante a prisão. Conhecidas como "Cadernos do Cárcere" e "Cartas do Cárcere", contêm seu traço do nacionalismo italiano e algumas idéias da teoria crítica e educacional. Para despistar a censura fascista, Gramsci adotou uma linguagem cifrada, em torno de conceitos originais ou de expressões novas. Seus escritos têm forma fragmentária, com muitos trechos que apenas indicam reflexões a serem desenvolvidas.

Suas noções de pedagogia crítica e instrução popular foram teorizadas e praticadas décadas mais tarde por Paulo Freire no Brasil. Gramsci desacreditava de uma tomada do poder que não fosse precedida por mudanças de mentalidade. Para ele, os agentes principais dessas mudanças seriam os intelectuais e um dos seus instrumentos mais importantes, para a conquista da cidadania, seria a escola.

Gramsci promoveu o casamento das idéias de Marx com as de Maquiavel, considerando o Partido Comunista o novo "Príncipe", a quem o pensador florentino renascentista dava conselhos para tomar e permanecer no poder. Para Gramsci, mais ainda do que para Maquiavel, os fins justificam os meios e qualquer ato só pode ser julgado a partir de sua utilidade para a revolução comunista.

Escrito em 11-11-2011, na categoria: Actividades, Palestras
Chuza!
Apresentaçom do Foro Pola Unidade Comunista Galega

A Próxima Sexta-Feira 18 de Novembro apresentara-se no nosso Centro Social o Foro Pola Unidade Comunista Galega. Será às 21:30 e é aberto a todo o público.

Escrito em 07-11-2011, na categoria: Actividades, Palestras
Chuza!

O Local Social Revira é um espaço alternativo galego inserido e ao serviço do movimento popular da comarca de Ponte Vedra fundado em Dezembro de 2003

Somos umha entidade independente, autogerida e plural, com visom de País e um projecto de esquerda anticapitalista.

Contacta com nós CS Revira em Facebook CS Revira em Twitter

Onde estamos? Gonzalo Gallas, 4, rés do chao Ponte Vedra, Galiza

Segunda-Feira 20.00 a 22.00
Terça-Feira 20.00 a 22.00
Quarta-Feira 20.00 a 22.00
Quinta-Feira 20.00 a 22.00
Sexta-Feira 20.00 a feche
Sábado 20.00 a feche

Ponte Vedra 100% em galego

LIGAÇOES

COLETIVOS PONTE VEDRA


CENTROS SOCIAIS

INFORMAÇOM

LINGUA

ANTIRREPRESIVO

MEIO AMBIENTE

FEMINISMO

SINDICATOS

DESPORTOS