LS

(...)
Pernas de madeira a chiar na noite do cérebro.
Saltar ao outro lado do alento.
Respirar com as árvores de Luz Serena.

(Luz Serena, agosto de 2011)
18-03-2012, intimidades

Ainda sem comentários