às vezes penso isto

    • Aquilo que sou não é derrota nem fracasso daquele que creio que sou. (20-02-2014)
    • Os esqueletos não têm sexo, mas na mesma fazem amor quando nós fazemos. (20-10-2012)
    • Salvação é uma palavra gorda e avelhentada. (23-09-2012)
    • Comemos com a fome dos nossos avós. /  Estudamos com a vontade de aprender / dos nossos pais. Será... (19-07-2012)
    • A realidade é a memória da existência (26-05-2012)
    • Decir ‘amor’ es fácil, pero expresarlo… (19-05-2012)
    • É difícil seguir a natureza, mas continuá-la é inevitável. (10-05-2012)
    • A verdadeira compreensão é uma expressão (11-04-2012)
    • Esta euforia não me pertence (18-03-2012)
    • nem o amor nem deus nem a beleza: nada que eu crie é maior que eu próprio (11-03-2012)

blog engine
Samaro: uma mínima sessão fotográfica

Começo a subcategoria fotografias, com esta pequena sessão fotográfica do meu avô. Desculpem que não comente grande coisa. Para mim, a só imagem deste homem resume tantas coisas que acho inútil qualquer palavra.

Sessão Fotográfica ao Samaro - 1

Continua:

Samaro - 2

Samaro - 3

Samaro - 4

Samaro - 5

Samaro - 6

1 comentário

Comentário de: Teresa Nieto Viñas. [Visitante]
E si, sobran os comentarios...
A min tamén me deixa sen palabras, éncheme o peito dunha chea de sentimentos mornos e intimos deitados en cada ollada, cada enrruga, cada xeito...
Adoro a xente grande...
Biquiños. Tere.
16-10-2010 @ 22:31

Deixe o seu comentário


Seu endereço de e-mail não será mostrado no site.

Sua URL será exibida.
(Quebras de linha se tornam <br />)
(Nome, e-mail & website)
(Permitir que usuários o contatem através de um formulário (seu e-mail não será exibido.))